Este é um espaço dedicado aos sonhos.

quinta-feira, setembro 20, 2007

Fugir

Sei que a fuga não será certamente a mais nobre das atitudes e reações humanas mas é inevitável de tão instintiva que é.
Está sempre latente.
A sua iminência tolhe-nos os movimentos.
Congela-nos as ideias.
Não nos deixa ver os outros caminhos de tão evidente que parece ser.
Quando se reprimem muitas idas e voltas a fuga torna-se inevitável e normalmente sem retorno.
As pessoas fogem.
É natural.
É a vida, dizem outros.
E os que não fogem?
Os que ficam.
Não pensarão eles mais na fuga?
Será para eles a fuga um comportamento pouco digno?
Não será mais saudável fugir do que ficar a qualquer custo?
Cobardia ou coragem?
De que material é feita uma fuga?

2 Comments:

Blogger Rubrica Brasil said...

Este comentário foi removido pelo autor.

7:58 da tarde

 
Blogger Rubrica Brasil said...

Este comentário foi removido pelo autor.

8:16 da tarde

 

Enviar um comentário

<< Home